Seguro Saúde, a Despesa Preventiva é Mais Econômica que a Inesperada

21 de dezembro de 2016

Seguro Saúde

Seguro saúde não é um gasto a mais, é uma garantia de segurança. Acidentes e doenças podem acontecer com qualquer um, mas quando se trata da sua saúde pessoal ou da saúde da sua família, um convênio médico é de extrema importância. É preciso considerar que, quando não se tem um plano de saúde, uma emergência pode pesar muito caro no bolso.

Ao escolher um plano de saúde, considere se o pacote é compatível com os seus rendimentos, sem deixar de lado suas necessidades. A maioria das empresas oferece a seus funcionários um plano de saúde empresarial. Há ainda as opções por um plano de saúde individual ou seguro saúde familiar. A segurança e tranquilidade que são oferecidas por um plano de saúde são inquestionáveis. O custo-benefício é ótimo, pois o convênio pode ser usado na prevenção ou manutenção da saúde.

Em outros tipos de seguros, as pessoas esperam nunca precisar usar. No caso do seguro saúde, isso não acontece, já que o convênio médico é usado de acordo com as necessidades de cada segurado. O seguro saúde garante a marcação de consultas, exames, internações e cirurgias, além do atendimento em pronto socorro e serviço de ambulância, entre outros. É uma tranquilidade saber que caso precise, você poderá contar com um bom atendimento, ao invés de ficar a mercê do sistema público de saúde. Um plano de saúde oferece ainda a possibilidade de se consultar com um mesmo médico, facilitando o atendimento, já que ele conhece seu histórico e acompanha a sua saúde por longos períodos.

Mesmo que as pessoas que já passaram dos 40 anos necessitem de mais atendimentos de saúde, contratar um plano de saúde é essencial em qualquer idade. Quanto mais cedo for contratado, menor o custo. É mais vantajoso para pessoas jovens e principalmente, para quem pretende ter filhos nos próximos anos.

No nosso país, o sistema público de saúde não funciona. Conseguir consultas através do SUS vai depender da sorte. Algumas cidades são muito bem equipadas e prestam um serviço excelente, mas outras têm uma situação tão precária que é possível nem haver médico de plantão.  Pode demorar meses, além de haver falta de equipamentos e profissionais.

Meu tio era um homem bastante saudável, achava que não precisava de um seguro saúde. De uma hora para outra, precisou ser internado. Procedimentos médicos custam muito caro, uma emergência diante de uma situação grave, que demande internação, cirurgias e medicamentos em hospital particular, pode facilmente ultrapassar a casa dos milhares. Foi o que aconteceu. Precisou vender um imóvel para pagar o tratamento. Por mais que façamos acompanhamento médico, exercícios físicos e boa alimentação, ninguém está livre de ficar doente ou sofrer um acidente, precisando de internação.

O custo-benefício de um plano de saúde vai depender da modalidade escolhida. Os preços variam muito, dependendo da prestadora do serviço, idade do paciente e histórico de doenças.

É extremamente importante ter um plano de saúde hoje em dia no Brasil. Poupe para viajar, planejar a aposentadoria e garantir o bem estar no futuro. Proteja um dos seus maiores bens, a sua saúde.


Deixe um Comentário