QUAL A DIFERENÇA ENTRE SEGURO SAÚDE E PLANO DE SAÚDE?

9 de janeiro de 2019

Seguro Saúde

Quais são as características, vantagens e benefícios a se considerar na hora de escolher entre plano de saúde e seguro saúde.

 

Imagine a seguinte situação: uma pessoa querida sofre um acidente e precisa fazer uma cirurgia com urgência. Para quem não tem plano de saúde ou seguro saúde, essa situação desagradável pode se tornar um filme de terror. É pensando no bem estar da sua família ou dos seus funcionários que a contratação de um plano de saúde ou de um seguro saúde torna-se indispensável. Esses serviços garantem acesso aos melhores profissionais nos momentos mais urgentes, mas qual dos dois escolher?

Tanto o seguro saúde quanto o plano de saúde têm como objetivo prestar assistência médica e hospitalar. A diferença é que o seguro saúde só pode ser contratado por pessoa jurídica, podendo incluir sócios, funcionários, dependentes e em alguns casos prestadores de serviços.

O seguro saúde permite o “reembolso” de consultas, exames, terapias e cirurgias. Nos casos em que por exemplo uma consulta médica é realizada por médico que não é credenciado da seguradora. Nos demais planos de saúde, o reembolso é mais comum nos planos superiores.

À primeira vista, contratar um seguro saúde parece ser a melhor solução, já que oferece liberdade de escolha ao usuário, mas existem mais coisas que devem ser levadas em consideração. A crise tem afetado todos os setores da economia, inclusive a área da saúde. O valor cobrado por consultas e exames tem sido cada vez maior, principalmente em casos de tratamentos mais especializados. Embora o seguro saúde ofereça o reembolso dos seus gastos médicos, muitas vezes o valor final ultrapassa o limite acordado em contrato e o segurado acaba pagando a diferença.

O seguro saúde pode ter valores de reembolso diferentes. O valor máximo de reembolso é definido na hora da contratação do plano e quanto maior o reembolso, mais caro será a mensalidade do seguro.

Se seus gastos com consulta forem raros, compensa mais o seguro saúde com reembolso. Se forem altos e recorrentes, pode ser mais vantajoso o plano de saúde com a rede credenciada, sem custo adicional.

No seguro saúde, o contratante escolhe médico, clínica, laboratório ou serviço para ser atendido, não dependendo de uma rede fixa de opções, como acontece nos contratos de planos de saúde.

Existem cinco tipos de planos de saúde: plano referência, plano ambulatorial, plano hospitalar sem obstetrícia, plano hospitalar com obstetrícia ou plano odontológico. O plano referência inclui assistência ambulatorial, assistência hospitalar e obstetrícia, com acomodação enfermaria.

O plano ambulatorial garante atendimentos de consultas, procedimentos e diagnósticos para os casos que não haja internação hospitalar.

O plano hospitalar sem obstetrícia inclui atendimentos e procedimentos feitos durante a internação hospitalar, exceto obstetrícia, e não apresenta cobertura ambulatorial.

Já o plano hospitalar com obstetrícia garante o mesmo que o plano anterior, incluindo procedimentos relacionados ao parto.

O plano odontológico inclui procedimentos odontológicos realizados em consultório. É possível fazer combinações entre os diferentes tipos de planos, optando por aquele que seja mais adequado com a necessidade do cliente.

Nos planos de saúde, há opções como:

Plano de saúde individual: Contrato para uma única pessoa, contrato realizado com a operadora de saúde diretamente no CPF do usuário.

Plano de saúde familiar: Contrato para uma família, podendo ser inclusos casal, filhos, pais e mães dos contratantes, de acordo com a aceitação de cada operadora. É uma opção viável que varia de acordo com perfil de idade, estilo de vida dos dependentes e doenças pré-existentes.

Plano de saúde coletivo por adesão: Contratado por pessoas que tenham alguma formação acadêmica, como médicos, engenheiros, advogados, professores e etc. ou pessoas que sejam associadas em sindicatos e associações de classes profissionais. É um benefício que essas classes, associações ou sindicados oferecem aos seus associados.

Plano de saúde empresarial: Contratado exclusivamente por empresas pequenas, médias ou grandes, públicas ou privadas, geralmente a partir de 02 vidas. É um formato econômico, podendo custar apenas algumas dezenas de reais, sendo descontado diretamente na folha de pagamento. O beneficiado não precisa se preocupar com boletos e burocracia, já que o empregador ou uma empresa terceirizada se encarrega da documentação e negociações de reajustes anuais.

O importante é avaliar as necessidades dos seus colaboradores ou da sua família para escolher o serviço mais adequado entre o plano de saúde empresarial, familiar ou seguro saúde. A Rotta Seguros pode ajudar nessa decisão, orientando da maneira mais simples e tranquila possível. Faça agora mesmo uma simulação online no site dawww.rottaseguros.com.br.


Deixe um Comentário